faleconosco
A profissão de DETETIVE PARTICULAR é regulamentada e foi sancionada pela Lei 13.432/17. Nesse sentido, além de atuar como investigador privado o profissional pode colaborar com a autoridade policial em casos oficiais.
saibamais

fiqueligado
Como termo policial, detetive é aquele que investiga fatos, suas circunstâncias e as pessoas neles envolvidas
saibamais

servicosDetetive Particular é o profissional responsável por detectar um fato, pilhar, investigar, desmascarar circunstâncias e pessoas nelas envolvidas.
saibamais

Canápolis

http://www.wilsonteixeira.com.br/

História

CANÁPOLIS MINAS GERAIS 
HISTÓRICO 
Em 14 de julho de 1934, José de Paula Gouveia, proprietário da fazenda Córrego do Cerrado, localizada no Município de Monte Alegre de Minas, doou à Prefeitura local cinco hectares para que neles fossem fundado um novo povoado. Seus primeiros habitantes foram moradores da própria fazenda. 
Os desbravadores foram pessoas residentes na referida fazenda e redondezas, que viram consolidados seus interesses diante do gesto do fazendeiro. Isto porque a região, pela fertilidade de suas terras e magnífica topografia, experimentava um desenvolvimento notável e animador. Um outro fator que caracterizou a ocupação do território foi o loteamento e venda de áreas localizadas ao redor do novo povoado, promovido pelo próprio Sr. José de Paula Gouveia e atraindo, desta feita, inúmeros forasteiros que ali se instalaram e deram curso a várias atividades econômicas. 
Recebeu o nome de Canápolis que quer dizer: “Cidade da cana”, devido às inúmeras plantações de cana-de-açúcar existentes no território Municipal. 
Gentílico: Canapolense. 

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA 
Pelo Decreto Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, foi criado, no Município de Monte Alegre, o Distrito de Canápolis com território desmembrado do Distrito de Monte Alegre, do mesmo Município. 
Em 1939-1943, o Distrito de Canápolis figura no Município de Monte Alegre. 
Pelo Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943, o Município de Monte Alegre passou a denominar-se Toribatê. 
No quadro fixado, pelo referido Decreto-Lei nº 1058, para vigorar no qüinqüênio 1944-1948, o Distrito de Canápolis figura no Município de Toribatê. 
Elevado à categoria de município pela Lei nº 336, de 27-XII-1948 que fixou o quadro territorial para 1949-1953, composto dos Distritos de Canápolis e Centralina. 
Aparece no quadro fixado pela Lei nº 1039, de 12-XII-1953 para o período 1954­1958, apenas com 1 Distrito, Canápolis, em virtude da elevação à categoria de município do Distrito de Centralina, Comarca de Canápolis. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Fonte

IBGE

Leave a Reply



Central de Cursos do Brasil