faleconosco
A profissão de DETETIVE PARTICULAR é regulamentada e foi sancionada pela Lei 13.432/17. Nesse sentido, além de atuar como investigador privado o profissional pode colaborar com a autoridade policial em casos oficiais.
saibamais

fiqueligado
Como termo policial, detetive é aquele que investiga fatos, suas circunstâncias e as pessoas neles envolvidas
saibamais

servicosDetetive Particular é o profissional responsável por detectar um fato, pilhar, investigar, desmascarar circunstâncias e pessoas nelas envolvidas.
saibamais

Comendador Gomes

http://www.wilsonteixeira.com.br/

Comendador Gomes Minas Gerais – MG Histórico O município de Comendador Gomes pertenceu ao município de Frutal como distrito. Desde que foi elevado a distrito, recebeu o nome de Comendador Gomes, mantido ao ser transformado em município autônomo. Essa denominação representa homenagem ao comendador Joaquim Antônio Gomes da Silva, natural de Pitangui, Estado de Minas Gerais, onde nasceu em 1838, tendo falecido em Frutal aos 77 anos. Foi Jornalista, escritor, musicista. Era um espírito lúcido e empreendedor, tendo, com o seu espírito público, prestado relevantes serviços a Frutal, que foi, graças a seus esforços, elevado à Vila em 1885. Comendador Gomes, que foi Senador, fundou em Uberaba, cidade onde redigiu dois jornais, o Colégio da Piedade. Frutal guarda a sua memória como a de um benemérito do município e da região. A totalidade das terras que constituem o município de Comendador Gomes pertenceram a três pessoas: João Claudino, Cristino de Freitas e Ildefonso de Freitas, que nelas criavam gado. Construíram nas suas propriedades as primeiras casas. Por volta do ano de 1900, esses três fazendeiros deliberaram doar suas terras aos padres que se achavam em Campina Verde, então Campo Belo. Os padres, recebendo a grande doação, construíram uma capela no local, que assim ensaiava os primeiros passos para ser povoado. Ao patrimônio foi dado o nome de São Sebastião do Entre Morros. Como o local era muito arenoso, o povo o denominou Areias. Os padres aderiram à denominação espontânea do povo e mudaram o nome da área do patrimônio para São Sebastião das Areias. Antes daqueles três criadores de gado, a área não fora habitada. Não se encontram nelas vestígios de indígenas. As terras eram ótimas para engorda de gado. Devido a isso o lugarejo começou a atrair habitantes. O gado zebu valorizava-se o que incrementou a construção de casas no lugar. Já se preocupavam no povoado em construir ruas, e duas surgiram. Frutal crescia e o povoado passou a ser visto com interesse pelos políticos, dado o seu natural desenvolvimento. Em 1903 foi instalada em São Sebastião das Areias uma serraria, o que serviu para preparar madeira para as primeiras casas. Era tal serraria um evidente sinal de progresso. Em 7 de setembro de 1923, pela Lei nº843, São Sebastião das Areias passou a distrito do município de Frutal com o nome, então, de Comendador Gomes. Nessa situação, foi prosperando, até que, pelo desenvolvimento apresentado, os legisladores de Minas Entenderam de justiça dar-lhe autonomia. Gentílico: comendadorense Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Comendador Gomes (ex-povoado São Sebastião das Areias), pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, subordinado ao município de Frutal. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Comendador Gomes figura no município de Frutal. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Elevado à categoria de município com a denominação de Comendador Gomes, pela lei nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de Frutal. Sede no antigo distrito de Comendador Gomes. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1949. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Fonte: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros – Volume XXIV ano 1958.

Leave a Reply



Central de Cursos do Brasil