faleconosco
A profissão de DETETIVE PARTICULAR é regulamentada e foi sancionada pela Lei 13.432/17. Nesse sentido, além de atuar como investigador privado o profissional pode colaborar com a autoridade policial em casos oficiais.
saibamais

fiqueligado
Como termo policial, detetive é aquele que investiga fatos, suas circunstâncias e as pessoas neles envolvidas
saibamais

servicosDetetive Particular é o profissional responsável por detectar um fato, pilhar, investigar, desmascarar circunstâncias e pessoas nelas envolvidas.
saibamais

Conquista

http://www.wilsonteixeira.com.br/

Conquista Minas Gerais – MG Histórico O nome de Conquista se liga ao da Fazenda de Conquista – propriedade do Coronel Domingos Vilela de Andrade – um dos primeiros estabelecimentos humanos da comunidade. Ao que tudo indica, a povoação do território do atual município, resultou da expedição que, em 1803, partiu do povoado de desemboque em viagem de exploração pelo Triângulo Mineiro. O território explorado foi dividido em sesmarias, concedidas – pelo governo de Goiás, que então controlava o Triângulo Mineiro – aos exploradores e aventureiros da expedição. Coube ao português Manuel Bernardes Nazianzeno da Silveira, as terras de Conquista, que situadas em excelente posição eram ponto de pouso para quem demandasse o porto de Ponte Alta, onde se fazia o escoadouro dos sortimentos dos mascastes dos sertões de Minas, Goiás e Mato Grosso. A fazenda passou por muitos donos, fragmentando-se, em parte. Por volta de 1888 o Coronel Francisco Meireles do Carmo se estabeleceu ali com um armazém, para fornecimento de artigos necessários às turmas que trabalhavam na construção da Estrada de Ferro Mogiana. Muitos outros forasteiros provenientes em grande parte da Bahia se internaram então pela região a fim de obter trabalho, quer na construção da Estrada de Ferro quer na extração de látex de mangabeira, altamente valorizado na ocasião. Pouco a pouco se formou o povoado. Foi contratado na ocasião para fazer sua planta o engenheiro Crispiniano Tavares, que a terminou em 1894. Gentílico: conquistense Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Conquista, pela lei municipal nº 7, de 23-11- 1892, e lei municipal nº 88, de 10 de setembro de 1901; Instalado em maio de 1906. Elevado à categoria de vila com a denominação de Conquista, pela lei estadual nº 556, de 30 de agosto de 1911, desmembrado de Sacramento. Sede no antigo distrito de Conquista. Constituído de 2 distritos: Conquista e São Francisco da Ponte Alta, ambos desmembrados de Sacramento. Instalada em 01-06-1912. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila de Conquista é constituída de 2 distritos: Conquista e São Francisco da Ponte Alta. Pela lei estadual nº 622, de 18-09-1914, o distrito de São Francisco de Ponte Alta tomou o nome de Jubaí. Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, a vila de Conquista é constituída de 2distritos: Conquista e Jubaí (antigo S. Francisco da Ponte Alta). Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, é criado o distrito de Guaxima e anexado a vila de Conquista. Elevada á condição de cidade com a denominação de Conquista, pela lei estadual nº 893, de 10-09-1925. Em divisão administrativa referente ao ano de 1-VII-1960, o município de Conquista é constituído de 3 distritos; Conquista, Guaxima e Jubaí. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Fonte: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros – Volum

Leave a Reply



Central de Cursos do Brasil